S.A.U - Serviço de Atendimento ao Usuário
Cidade Tiradentes / Guaianases 0800 771 7421 | Itaim Paulista 0800 770 1703 | Lote III 0800 770 1911

Notícias

22 de Abril. Dia Mundial da Terra A busca por um planeta sustentável

São Paulo - 14/4/2009

O Dia da Terra foi criado em 1970 nos Estados Unidos, como uma forma de protesto contra a poluição, a ideia deu tão certo que a partir de 1990 passou a ser incorporada por outros paises. A celebração é uma oportunidade para a população debater sobre a importância das ciências para o bem-estar comum e para um mundo sustentável.

Para a bióloga e educadora Ambiental da APS, Andréia Perez, a data baseou-se no fato de que a sociedade em geral não tem consciência de que a poluição gerada pelo seu consumo excessivo interfere na qualidade ambiental, a exemplo a especialista cita a alta rotatividade de troca do aparelho celular.

“Sabe-se que para produzir um aparelho celular são gerados inúmeros resíduos e existe um consumo alto de energia elétrica e água e, além disso, a bateria descartada, inadequadamente, pode eliminar inúmeros metais pesados”, explica.

Segundo o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), as baterias de automóveis, telefones celulares, entre outras industriais, contêm elevada concentração de metais pesados. Por isso, devem ser descartadas de acordo com as normas estabelecidas para proteção do meio ambiente e da saúde. Oferecer local adequado para que seja feito este descarte é de responsabilidade do fabricando e/ou revendedora.

O mesmo vale para qualquer outro tipo de bateria, devendo o usuário criar o hábito de ler as instruções de descarte presente nos rótulos ou embalagem dos produtos. “Com pequenas ações podemos minimizar impactos gerados na produção e descarte desses produtos”, diz Andrea.

Mobilização a favor do Meio Ambiente
 
Há inúmeras teorias sobre a origem da terra e, principalmente, sobre a origem da vida, mas nenhuma oficial. “O que sabemos ao certo é que hoje somamos uma população de aproximadamente seis bilhões e meio de pessoas, com expectativa média de vida de 70 anos e que temos que manter nossos recursos naturais para as gerações futuras”, completa a educadora.

Para mantermos o equilíbrio do planeta é preciso consciência dessa importância, a começar pelas crianças. Não se pode acabar com os recursos naturais, essenciais para a vida humana, pois não haverá como repô-los. O pensamento deve ser global, mas a ação local, como é tratada na Agenda 21.

A Agenda 21 é um programa de ação, baseado num documento de 40 capítulos, que   constitui a mais ousada e abrangente tentativa já realizada de promover, em escala planetária, um novo padrão de desenvolvimento, conciliando métodos de proteção ambiental, justiça social e eficiência econômica. Trata-se de um documento consensual para o qual contribuíram governos e instituições da sociedade civil de 179 países num processo preparatório que durou dois anos e culminou com a realização da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (CNUMAD), em 1992, no Rio de Janeiro, também conhecida por ECO-92.

Para Andréia, a Agenda 21 abriu o caminho capaz de ajudar a construir politicamente as bases de um plano de ação e de um planejamento participativo em âmbito global, nacional e local. “No Brasil, suas ações prioritárias são os programas de inclusão social, com o acesso de toda a população à educação, saúde e distribuição de renda, a sustentabilidade urbana e rural, a preservação dos recursos naturais e minerais e a ética política para o planejamento rumo ao desenvolvimento sustentável”, ainda segundo a educadora o mais importante ponto dessas ações prioritárias é o planejamento de sistemas de produção e consumo racionais contra a cultura do desperdício.

Esta data é usada pelo setor de Saúde e Meio Ambiente da APS como mais uma oportunidade para sensibilizar as pessoas em suas comunidades a assegurar o desenvolvimento sustentável, já que os vínculos existentes entre saúde e melhorias ambientais e sócio-econômicas exigem esforços intersetoriais.

“A saúde depende da capacidade de gerenciar, eficazmente, a interação entre os meios físico, espiritual, biológico, econômico e social. É impossível haver desenvolvimento saudável sem uma população saudável, não obstante, quase todas as atividades voltadas para o desenvolvimento afetam o meio ambiente em maior ou menor grau e isso, por sua vez, ocasiona ou acirra muitos problemas de saúde”, finaliza a educadora.

Você Sabia:

§   A Terra tem em torno de 4,5 bilhões de anos.

§   É o terceiro planeta do Sistema Solar, tendo a Lua como seu único satélite natural.

§   1,5 bilhão de km3 é o volume de água no planeta Terra. Cerca de 97% dá água é salgada. Descontando também a água congelada nos pólos 2%, o que sobra para matar a sede, utilizar na estação de tratamento de esgoto, irrigar as plantações e utilizarmos em processos industriais é 1%.

§   A atmosfera terrestre vai até cerca de 1.000 km de altura, sendo composta basicamente de nitrogênio, oxigênio, gás carbônico, argônio e outros gases.

§   O ponto mais alto da Terra é o Everest no Nepal (China) com aproximadamente 8.848 metros acima do nível do mar. A Terra já passou por pelo menos três grandes períodos glaciais e outros.

Fonte: Marcelle Canfild – Comunicação APS


Galeria de Fotos: clique na imagem para ampliar


|